Bloomberg Intelligence

Sustentabilidade e a Relação com Investidores

"Tudo está caminhando para uma maior transparência, colaboração e compreensão do que significa sustentabilidade para o mercado de capitais". No vídeo, Erika Karp fala com Greg Elders, Senior ESG na Bloomberg Intelligence, que diz que os investidores não se importam, mas insiste que há uma conscientização crescente de  problemas como água, eficiência energética, rotatividade de funcionários, segurança e outras questões estão afetando a lucratividade.

Consistência

Quando perguntado como separar a sustentabilidade real do "greenwash", Karp diz que a consistência entre missão, incentivos, responsabilidade e resultados é a marca registrada. "A consistência é o fator mais importante que separa o sinal do ruído quando se trata de excelência corporativa", diz ela.

Transparência: Investidores precisam de dados

Os investidores dizem que precisam de mensurabilidade e previsibilidade em relação aos fatores ASG. Eles estão entendendo? Elders aponta que o uso de dados ESG aumentou 50% ao ano desde que a Bloomberg lançou seu produto ESG em 2009, com cerca de 20.000 usuários regulares hoje. 

Shareholder Alignment Frontier

Embora leve em consideração um amplo espectro de partes interessadas, a Fronteira de Alinhamento do Acionista foi construída em torno do engajamento dos acionistas, de modo que o RI seja integral. "Não há dicotomia entre otimizar os retornos dos acionistas e lidar com a necessidade social".

Diversidade é dolorosa, mas lucrativa

A diversidade e a sustentabilidade estão ligadas, porque a diversidade de pensamento, experiência, perspectiva e estilo permite a observação do que está acontecendo no mundo e traz energia, criatividade e inovação para negócios e finanças: "A diversidade é dolorosa, mas lucrativa".

Geração Y começa a decidir onde investir

O Fórum Econômico Mundial diz que US$ 51 trilhões estão sendo entregues a geração "Millenials" (ou Y) na maior transferência intergeracional de riqueza. "Eles não trocam a idéia de desistir de retornos econômicos competitivos e também de ter um impacto social. Eles querem ambos - e têm o direito de pedir os dois ”.

Este vídeo resume a sequência de vídeos anteriores. Em 2018, Erika Karp fez uma palestra no estilo “TED” no Impact Capitalism Summit da Big Path Capital, realizado em Chicago. 

Nossas participações

image3

GBA - CFO - ESTRATÉGIA E LIDERANÇA EM FINANÇAS (CURITIBA)

 Em Abril de 2019 levamos mais 16 horas de Finanças Sustentáveis - Economia Regenerativa e Inclusiva aos CFOs do ISAE, em Curitiba. No GBA CFO-Estratégia e Liderança em Finanças

GBA ISAE - LEI DAS ESTATAIS EM FOCO (CURITIBA)

Em Outubro de 2018 levamos 16 horas de Finanças Sustentáveis - Investimentos de Impacto a executivos da SANEPAR, em Curitiba. No GBA ISAE - Lei das Estatais: SANEPAR.

CONFERÊNCIA FATORES ASG – IMPACTOS PARA EMPRESAS E INVESTIDORES

Em 2017 organizamos a primeira conferência para Investidores de Impacto do sul do Brasil, em conjunto com o PRI - Principles for Responsible Investments - e ISAE. Representando a Cornerstone Capital Group, proporcionamos discussões sobre oportunidades a empresas e investidores.

TBLI LATAM (BUENOS AIRES)

Em 2016, representando a Cornerstone Capital Group, falamos sobre "Redefinição de Estratégia de Investimentos", no TBLI Buenos Aires, em conjunto com o Governo Argentino e investidores internacionais.

MBA ISAE - ESTRATÉGIA EM NEGOCIAÇÃO EMPRESARIAL

Em novembro de 2016 levamos 16 horas de Finanças Sustentáveis - Investimentos de Impacto a alunos do MBA em Estratégia em Negociação Empresarial, em Curitiba. 

CAPITAL LINK FORUM - CSR & IR (NEW YORK)

Em Março de 2013 apresentamos o complexo cenário econômico brasileiro e as oportunidades para expansão das instituições financeiras a investidores, no Metropolitan Club de Nova York.